Em dezembro de 2016 o Diretor Jurídico da Ri Happy recebeu um vídeo muito especial por WhatsApp de uma amiga: o trecho da formatura de crianças de cinco anos de uma escola particular, localizada na cidade de São Paulo.

No evento, o apresentador leu para os pais e amigos presentes o que cada criança esperava do mundo nos próximos anos e o que elas queriam ser quando crescessem.

Essa é uma pergunta muito comum de se fazer as crianças e todos já estão acostumados a ouvir de tudo, tem criança de deseja ser astronauta, outras querem ser professores, algumas sonham em ser jogador de futebol e, hoje em dia, não é difícil encontrar uma criança que planeja ser youtuber, mas o desejo da Manuela era ser vendedora da Ri Happy.

 O vídeo recebido foi compartilhado com alguns dos funcionários da empresa e todos ficaram encantados com a espontaneidade da criança e de como os pais incentivaram o sonho da pequena.

Nesse momento, a equipe resolveu realizar o sonho da Manuela e para isso solicitaram a ajuda da amiga que fez o vídeo, pois não sabiam como chegar até os pais da Manuela.

A nova “funcionária”, Manuela

A empresa conseguiu o contato dos pais e montaram a estratégia para conseguir proporcionar a ela uma experiência espontânea e encantadora.

A mãe, que ficou surpresa com o contato da Ri Happy, contou que todas as vezes que eles faziam compras na loja, ao chegar em casa, Manuela brincava de ser vendedora com os pais.

Ficou decidido que Manuela seria “a pequena vendedora” e, por algumas horas, iria brincar de trabalharseria recebida pelo gerente, pela equipe e pelo mascote, Solzinho.

Adaptaram uma camiseta, uniforme usado por todos os funcionários da empresa, e confeccionaram um crachá com seu nome. Manuela iria “atender” os clientes, indicar produtos e entregar os presentes, como uma verdadeira funcionária.

Tudo aconteceu como programado

Manuela, seus pais e parentes foram recebidos com todo carinho, pelo gerente e sua equipe, que brincou com ela dizendo: “hoje você será nossa funcionária mirim e irá brincar de vender brinquedos…

Manuela foi recepcionada pelo Solzinho e ficou encantada ao receber a camiseta da loja e seu crachá.

Teve seu dia de brincar de vender brinquedos e, o tempo todo que permaneceu na loja, foi acompanhada pelos pais e colaboradores.

Passou pela área de vendas, sorrindo e mostrando aos clientes os produtos, foi brincar de fazer pacotes para presente e entregar aos consumidores e, no final da brincadeira, recebeu do seu querido Solzinho os parabéns e a gratidão por ser tão querido por ela.

Manuela recebeu alguns brinquedos da Ri Happy neste dia como lembrança do momento mágico que vivenciou e proporcionou a todos da equipe.

Para a gerente de SAC da Ri Happy, Helena Correia, brincar é essencial, é o que chama de “mágico”. “Somos realizadores de sonhos e acreditamos que fizemos a Manuela muito Feliz!!!!”

 

Deixe uma resposta