Já explicamos o que é o ROI e como calculá-lo, já mostramos também como essa métrica é importante para medir os indicadores da sua empresa e como pode influenciar na questão de investimentos. Agora, chegou a hora de você aprender como montar um relatório de qualidade para comprovar o ROI.

1. Quem é o seu público?

Você sabe quem é o seu público? Com quem eu vou falar? Com quem eu quero falar?

Parece óbvio, mas definir o público é o primeiro passo para ter sucesso nos seus projetos. Dependendo do público você deve ter um foco diferente no relatório.

2. Definir o que e para quê

O segundo passo é definir o que o relatório vai mostrar e para o que ele vai servir. É importante ter todas as informações muito bem alinhadas para conseguir apresentar os resultados com mais precisão.

Veja também: Conheça métricas para fazer um atendimento de qualidade

  1. Definir a periodicidade

Geralmente, algo que funciona é colocar analistas mais em contato com os dados, seguidos do coordenador e depois da diretoria.

Isso porque o analista está em contato com estes dados quase todos os dias, então ele precisa monitorar isso de forma contínua.

Para o coordenador, esse contato com os dados pode ser semanal, para que ele consiga ver o quão distante ele está das metas e onde atacar para conseguir batê-las. E, para a diretoria, o ideal é que o modelo de report seja quinzenal ou mensal.

4. Como extrair essas métricas

Depois de seguir esses três tópicos, chegou a hora de pensar em qual ferramenta usar para extrair essas métricas. A mais conhecida delas é o Google Analytics.

5. Montar um template

O quinto passo é montar um template, pois você não deve gastar horas e horas para montar um relatório. Isso tem que ser algo ágil e feito de uma forma que você abasteça com facilidade.

6. Análise

A seguir, elencamos algumas formas de análise que podem gerar insights:

  • Ação e reação: O que eu fiz e o que eu deixei de fazer que gerou resultado? O que eu não fiz que não gerou resultado?
  • Correlação: Qual é a correlação entre as campanhas que têm funcionado e as que não funcionam? Em qual ponto eu devo voltar nas campanhas que não funcionam e melhorar? Baseado nas boas experiências, o que eu tenho que replicar?
  • Benchmarking: Onde eu estou? O que eu estou fazendo está bom? Onde eu posso chegar?

O resultado final do seu relatório será montar um plano de ação.

Seguindo esses passos você conseguirá entender onde você está, onde deseja chegar e quais suas metas alcançáveis e mensuráveis. E, não se esqueça, todas essas informações podem ser utilizadas para motivar sua equipe. Compartilhe conhecimento com seu time e ouça o que eles têm para dizer, dessa forma seus indicadores só tendem a melhorar.

Leia: Você sabe o que o Customer Sucess e Customer Happiness fazem?

Fonte: Resultados Digitais

Deixe uma resposta